Abdômen distendido: tratamentos e causas

Curta e compartilhe essa publicação

O abdômen distendido consiste em um inchaço na região abdominal ou um aumento no volume do abdômen provocado pela presença de alguma substância em seu interior, como gás, líquido ou sólido.

Este sintoma, também conhecido como timpanismo abdominal, pode ser notado apenas por meio da observação. A barriga fica visivelmente inchada, o que pode ser um incômodo para quem sofre com o problema.

Causas

Inúmeras razões podem levar a um quadro de abdômen distendido. As causas mais comuns incluem:

  • Distensão abdominal resultante da deglutição de ar
  • Constipação
  • Doença do refluxo gastroesofágico
  • Síndrome do intestino irritável
  • Intolerância alimentar (como intolerância à lactose)
  • Transtorno do Comer Compulsivo
  • Empanturrar-se
  • Infecções bacterianas no intestino delgado
  • Ganho de peso não-intencional
  • Uso de determinados medicamentos, como remédios para tratar diabetes
  • Ascite
  • Câncer gástrico, câncer de ovário e outros tumores
  • Doença celíaca
  • Síndrome de Dumping, uma doença causada pelo acúmulo de alimentos sólidos ou líquidos na região abdominal
  • Insuficiência pancreática

Buscando ajuda médica

Procure a ajuda médica se você notar que seu abdômen está com volume maior do que o normal e, principalmente, se você apresentou sintomas que vêm acompanhados deste aparente inchaço.

Fique atento especificamente a esses sinais e sintomas:

  • Dor abdominal
  • Fezes com sangue
  • Fezes escuras
  • Diarreia
  • Azia
  • Náuseas e vômitos
  • Perda de peso
  • Perda de apetite

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar um abdômen distendido são:

  • Clínico geral
  • Gastroenterologista
  • Endocrinologista
  • Metabologista
  • Proctologista
  • Oncologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando você notou o aumento do volume abdominal?
  • Você apresentou outros sintomas? Quais?
  • Você sente dor na região abdominal?
  • Você foi diagnosticado recentemente com outra condição médica?
  • Você tem alguma doença gastrointestinal?
  • Você faz uso de algum tipo de medicamento? Qual?
  • Você está passando por algum tipo de tratamento? Qual?
  • Como é sua alimentação?
  • Você pratica exercícios físicos? Com que frequência?
  • Você tem algum tipo de intolerância alimentar?
  • Você tem perdido ou ganhado peso recentemente?
  • Você notou sangue em suas fezes?
  • Você tem diabetes?
  • Você tem alguma doença relacionada ao sistema endócrino?

Cuidados

Para aliviar os sintomas de abdômen distendido, procure evitar o consumo de alimentos gordurosos e de bebidas gaseificadas, além de cortar de sua dieta o consumo de repolhos, nabos, lentilha e alguns tipos de grãos.

Procure mudar seus hábitos à mesa. Faça suas refeições sempre no mesmo horário e alimente-se devagar, mastigando bem os alimentos.

Se você fuma, pare de fumar, e evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Além disso, você também pode adquirir medicamentos de venda livre em farmácias para aliviar o desconforto causado pela distensão abdominal.

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e nunca se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

 fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Mayo Clinic
  • Federação Brasileira de Gastroenterologia
  • http://www.minhavida.com.br/saude/temas/abdomen-distendido

Curta e compartilhe essa publicação
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *