Mais de 1,9 mil acidentes de trabalho foram registrados em 1 ano

Curta e compartilhe essa publicação

(DO TOTAL, 1.375 FORAM TÍPICOS, 541 OCORRERAM NO TRAJETO E 16 FORAM CONSIDERADOS DOENÇAS DE TRABALHO)

Números preocupantes. Conforme os dados mais recentes da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (DataPrev) – vinculada ao Ministério da Economia – 41.807 acidentes de trabalho foram registrados no Paraná em 2017. Destes, 1.932 ocorreram em Maringá. Infelizmente quatro pessoas também perderam a vida na “Cidade Canção” enquanto buscavam o sustento de casa.

Dos acidentes contabilizados nas empresas maringaenses, 1.375 foram típicos (decorrentes da atividade profissional desempenhada), 541 ocorreram no trajeto (entre a residência e o local de trabalho e vice-versa) e 16 foram considerados doenças de trabalho, ou seja, aquelas adquiridas ou desencadeadas em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacione diretamente.

Para o consultor técnico da Apto Saúde Ocupacional, Jeffeson Roberto da Silva, existem formas de se reduzir os acidentes de trabalho. “As empresas devem buscar novas tecnologias de produção e capacitação dos trabalhadores, além de uma boa assessoria na área de segurança e medicina do trabalho. Além disso, estar dispostas a implementar todas as ações propostas nos programas de prevenção”, avaliou.

Ainda conforme ele, “se os empregadores exercerem o seu dever de zelar, capacitar, coordenar os funcionários e até se necessário fazendo-se cumprir o seu poder disciplinar (poder diretivo do empregador) assim como as suas obrigações, não há o que se falar em negligência em caso de um eventual acidente”.

As áreas mais preocupantes

Segundo dados da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANANT), em 2017, a lombalgia (famosa “dor nas costas”) foi a doença que mais afastou brasileiros do trabalho. Essa dor, além de relacionada a diversos fatores biológicos como envelhecimento natural, sobrepeso, estresse, fibromialgia, osteoporose, entre outros, pode estar vinculada à atividades como o uso excessivo de computadores, carregamento de cargas e longas jornadas de trabalho. Por isso, é importante ficar atento a estes detalhes.

No mundo, de acordo com estatísticas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), cerca de 2,3 milhões de pessoas morrem e 300 milhões ficam feridas todos os anos em decorrência de acidentes de trabalho. São cinco mortes a cada 20 minutos.

(Fonte: d.odiario.com)

 


Curta e compartilhe essa publicação
1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] a representação gráfica do layout de um ambiente com a indicação dos pontos onde há risco de acidente. Essa indicação é feita por meio de uma legenda com características […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *