Profissionais da saúde tem riscos diários e constantes

Curta e compartilhe essa publicação

Área da saúde lidera o número de comunicações de acidente de trabalho em Campinas.

 

As atividades de atendimento hospitalar reuniram o maior número de comunicações de acidente de trabalho (CAT) em Campinas, nos últimos seis anos. Nesse setor, os acidentes representam 8,7% do total, ou seja, mais de dois mil acidentes entre os 30 mil registrados. Os dados são do site Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho que foi criado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Os números divulgados mostram que com os afastamentos, foram gastos R$ 61,4 milhões de 2012 a 2017. No último ano o valor foi de R$ R$ 5.694.100,00 quase metade a menos do que nos anos anteriores. Ainda segundo os dados, os motivos mais frequentes de acidentes e doenças são fraturas no nível do punho e mão, da perna e tornozelo.

O alto número desses acidentes pode estar relacionado a carga de stress dessas funções já que alguns enfermeiros tem dois empregos, médicos reviram plantões e tem poucas horas de sono. Além disso, o contato com vírus e bactérias e materiais furocortantes também influencia nos acidentes, principalmente nas mãos.

Como no dia 28 de Abril é comemorado o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, os mesmos sindicados e empresas do ramo se mobilizam para conscientizar para o cumprimento das 36 Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho.

Clicando aqui você pode conferir os demais conteúdos do Abril Verde e saber como sua empresa pode prevenir acidentes e doenças ocupacionais!

 


Curta e compartilhe essa publicação
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *