Coronavírus: como o médico do trabalho pode proceder?